tecnologia Publicado em 30/07/2011

EA questiona a rentabilidade dos videojogos em 3D

videojogos 3d

Pouco a pouco começam a ressoar na indústria as vozes que vão esvaziando a borbulha do 3D. Em declarações aos acionistas de Electronic Arts, seu presidente John Riccitiello, disse que gostaria de atribuir os recursos destinados ao 3D a funções sociais que sim estão tendo um alto grau de absorção entre os usuários.

“Francamente não vimos uma grande aceitação nos jogos 3D e também não vimos uma grande aceitação nos lares por adquirir uma televisão 3D, pelo menos ainda não. Nós não estamos aqui para tratar de impulsionar o mercado, senão para responder ao que os consumidores estão buscando”, declarou John.

“Neste momento estamos vendo um crescimento mais centrado em diferentes inovações tecnológicas como o jogo em linha ou o conceito social. Vimos uns rendimentos muito altos nesse aspecto e uma escassa rentabilidade no 3D. Assim que nossa repartição de recursos se vai destinar às inovações que estão crescendo rapidamente”, finalizou o diretor, o qual deixou bem claro que ao menos sua companhia parece que vai deixar de lado, ao menos momentaneamente, a carruagem de videojogos 3D.

Jessica — Redatora e revisora
comentários 0
Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Bulhufas.com reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada. Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.
mais titulares ao azar

Publicidade