mundo Publicado em 22/08/2011

Brasil privatiza sua primeira companhia aérea

aeroporto

A Agência Nacional de Aviação Civil de Brasil subastou na segunda-feira uma concessão para construir e operar um aeroporto São Gonçalo do Amarante, cidade de Natal, no estado de Rio Grande do Norte, o que pôs fim ao monopólio estatal de os aeroportos na antessala da Copa do Mundo de Futebol do 2014.

Inframérica, uma empresa formada pela Engevix e a argentina Corporación América, pagou 170 milhões de reais (106 milhões de dólares) pelos direitos, e está comprometida com um mínimo de investimento de 650 milhões de reais (uns US$ 600 milhões), com o que superou a outras três assinaturas interessadas.

A concessão é a primeira de um plano para permitir às empresas privadas construir e operar cinco grandes terminais de passageiros, o que marca uma mudança ideológica do Governo, enquanto se apressa com os preparativos para o Mundial de Futebol e os Jogos Olímpicos de 2016.

Só dois das 13 terminais em expansão estão a tempo de ser completadas ao momento em que comece o Mundial em junho de 2014, disse neste ano um grupo de investigação respaldado pelo Governo.

Os aeroportos de Brasil, administrados até agora exclusivamente pela autoridade aeroportuária estatal, Infraero, e outras infraestruturas obsoletas estão entorpecendo o potencial econômico do país, um dos vários fatores que diminuem as perspectivas de crescimento depois de uma expansão recorde de 7,5% no ano passado.

Jessica — Redatora e revisora
comentários 0
Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Bulhufas.com reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada. Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.
mais titulares ao azar

Publicidade