entretenimiento Publicado em 25/07/2011

As viagens no tempo são impossíveis

viagem no tempo

A confirmação é uma notícia amarga para os que ainda achavam que voltar ao passado era possível. Um estudo revelou que nada pode viajar mais rápido que a velocidade da luz, cumprindo assim a teoria de Einstein

O grupo de físicos da Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong demonstrou que o fóton individual (ou unidade de luz) também se rege pela teoria de Einstein que estabelece que nada pode viajar mais rápido que a velocidade da luz.

A possibilidade de que as viagens no tempo pudessem ser uma realidade tomou força quando se descobriu a propagação superluminal de pulsos ópticos em alguns meios específicos.

Foi bem como os cientistas começaram a realizar a medição da velocidade máxima de um fóton individual, atividade que terminou nas últimas semanas quando os pesquisadores asiáticos deram com uma conclusão que provavelmente matará o sonho de muitos fanáticos da ciência ficção que pensavam que viajar no tempo era possível.

“O estudo confirma a causalidade de Einstein; isto é que um efeito não pode suceder antes que sua causa”, sustentou a universidade, cujo estudo foi publicado no diário científico Physical Review Letters.

Assim mesmo, o diretor da investigação agregou que a importância destes resultados vai para além de não poder viajar no tempo. “As conclusões também poderiam ter aplicações potenciais ao lhe dar aos cientistas um melhor panorama sobre a transmissão de informação quântica”.

Jessica — Redatora e revisora
Tópicos: >
comentários 0
Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Bulhufas.com reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada. Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.
mais titulares ao azar

Publicidade