mulher Publicado em 4/10/2011

A carta de Amanda Knox dirigida aos italianos

Carta Amanda Knox

Depois de sua absolvição no caso que se tratava do assassinato da britânica Meredith Kercher, a jovem estadunidense escreveu uma carta a todos os que apoiaram durante os 4 anos que esteve presa.

A carta, de letra muito pulcra, foi dirigida ao secretário-geral da Fundação Itália EUA, Corrado Maria Daclon, que se envolveu no caso a favor da prisioneira.

“Havia italianos que me estenderão as mãos e me ofereceram seu apoio e seu respeito para além das barreiras e da controvérsia”, dizia. “A Fundação Itália USA, e muitos que compartilharam minha dor e que me ajudaram a sobreviver com esperança”.

Na carta, a jovem estadunidense se expande em agradecimentos sem mencionar em específico os quatro anos que passou na prisão acusada de assassinar com 43 apunhaladas a sua colega de quarto Kercher, uma estudante britânica de 21 anos.

“Estarei sempre agradecida da grande hospitalidade e do apoio valente de quem me escreveu, de quem me defendeu, de quem esteve perto de mim, de quem rezou por mim. Lhes estarei sempre agradecida. Eu amo vocês. Amanda”.

Jessica — Redatora e revisora
Tópicos: >
comentários 0
Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Bulhufas.com reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada. Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.
mais titulares ao azar

Publicidade